Morre mãe que tinha perdido gêmeos em chacina na Paraíba

Divanisa Lima dos Santos, 37 anos, que estava grávida de gêmeos, morreu na tarde desta sexta-feira (10). Ela foi uma das vítimas da chacina ocorrida nesta quinta-feira (9), em João Pessoa. Pouco antes, ela tinha perdido os dois bebês.

Segundo a polícia, duas crianças, de 6 e 11 anos, sobreviveram. Uma delas se escondeu sob a cama de um dos quartos e escapou ilesa.

A assessoria de imprensa do Hospital de Emergência e Trauma, em João Pessoa, confirmou que ela teve duas paradas cardíacas quando estava em recuperação no bloco cirúrgico.
Inicialmente, o hospital declarou que Divanisa não corria risco de morrer, mas que não era possível ter a mesma garantia sobre o estado de saúde dos bebês.



A mãe deveria ficar sob observação durante 72 horas, mas os médicos confirmaram a morte dos bebês na manhã desta sexta-feira. Horas depois, o hospital informou que ela também tinha morrido.

A vítima já tinha sido submetida a uma cirurgia para reconstrução do couro cabeludo. Ela foi atingida por vários golpes de facão na cabeça.

No mesmo hospital está se recuperado o filho dela, de 6 anos, que teve uma das mãos cortadas, mas os médicos conseguiram recuperar o órgão. A criança está internada na UTI do hospital, mas o estado de saúde é estável.

Morreram na chacina o marido de Divanisa e outros três filhos.

O vizinho deles teria confirmado à polícia que invadiu a casa e degolou as vítimas. Ele foi preso e levado para úm presídio da capital, mas é mantido em uma cela isolada, pois os detentos o ameaçaram de morte. A mulher dele, também considerada suspeita, foi levada para um presídio feminino.
Compartilhar no Google +

About NCF

Autor

0 comentários:

Postar um comentário

Publicidade