INSS paga metade do 13º na próxima terça

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) começa a depositar, na próxima terça-feira, o pagamento de agosto e junto com antecipação de 50% do 13º salário de aposentados e pensionistas que ganham até um salário mínimo. No Rio Grande do Norte, são 384.624 beneficiários e, no total, serão pagos R$ 104,5 milhões. Os beneficiários que quiserem, já podem consultar o extrato mensal de pagamento na página do Ministério da Previdência Social na internet (www.previdencia.gov.br).
Os depósitos serão feitos junto com os benefícios do mês de agosto, seguindo o calendário normal de pagamento, que este mês vai do dia 25 de agosto a 8 de setembro. Veja abaixo a relação do abono natalino por estado. A partir de terça-feira será depositado o pagamento dos beneficiários que ganham até um salário mínimo e têm cartão de pagamento com final 1, desconsiderando-se o dígito. Aqueles que recebem mais que o piso nacional poderão sacar o benefício e o abono a partir de 1º de setembro.

Os segurados devem ficar atentos, pois o descontodo Imposto de Renda (IR) que encontrarão no contracheque deste mês, disponível na internet, refere-se apenas ao valor do benefício mensal. De acordo com a legislação, o IR não incide sobre a parcela do abono, que só será aplicado em dezembro, quando o INSS pagará a segunda parcela.

Valores


Aposentados e pensionistas, em sua maioria, receberão 50% do valor do benefício. A exceção é para quem passou a receber o benefício depois de janeiro. Neste caso, o valor será calculado proporcionalmente. Os segurados que estão em auxílio-doença também recebem uma parcela menor que os 50%. Como esse benefício é temporário, o INSS calcula a antecipação proporcional ao período. Por exemplo, um benefício iniciado em janeiro e ainda em vigor em agosto terá o 13º terceiro salário calculado sobre oito meses. O segurado receber metade deste valor. Em dezembro, caso ainda esteja afastado, o segurado irá receber o restante. Se tiver alta antes, o valor será calculado até o mês em que o benefício vigorar.

Por lei, não têm direito ao 13º salário os seguintes benefícios: amparo previdenciário do trabalhador rural, renda mensal vitalícia, amparo assistencial ao idoso e ao deficiente, auxílio-suplementar por acidente de trabalho, pensão mensal vitalícia, abono de permanência em serviço, vantagem do servidor aposentado pela autarquia empregadora e salário-família.
Compartilhar no Google +

About NCF

Autor

0 comentários:

Postar um comentário

Publicidade