Professores avaliam proposta do governo agora a tarde e podem terminar greve

Em reunião com o Sindicato dos Trabalhadores em Educação do RN, no final da manhã de hoje (04), a governadora Wilma de Faria fez uma nova proposta à categoria, em greve desde o dia 18 de fevereiro.

Além de se comprometer a implantar um Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS) para os funcionários, pleito de 17 anos, a governadora ofereceu um reajuste de 15%, a ser incorporado em duas parcelas, a primeira em março e a segunda em setembro, beneficiando ativos e aposentados.

Os professores pedem pisos iniciais de R$ 1.312 para carreira de nível médio e R$1.832 para superior. O Governo do Estado oferece para o nível médio R$ 768,57 a partir de março, passando a R$ 819,44 em setembro. Já para os professores com nível superior a proposta do governo é de um piso de R$1.076 em março e, ao final de setembro, de R$ 1.147,22, com a incorporação da segunda parcela do reajuste.

A proposta será analisada em assembleia geral logo mais às 14h30 no colégio Winston Churchill, Cidade Alta. Segundo Fátima Cardoso, coordenadora geral do Sinte-RN, a proposta representa avanços na negociação e é satisfatória. É possível, segundo ela, que os professores decidam pelo fim da greve.

Fonte:Tribuna do Norte
Compartilhar no Google +

About NCF

Autor

0 comentários:

Postar um comentário

Publicidade