Rosalba quer ajuda para pagar piso do magistério

Em audiência ontem em Brasília, a governadora Rosalba Ciarlini pediu ao ministro da Educação, Fernando Haddad, revisão nos critérios de complementação do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). “Sem o apoio do governo federal, o governo não tem como cumprir o piso salarial nacional do professor”, reconheceu Rosalba, mostrando o quadro de dificuldades financeiras que encontrou.

Durante a audiência que contou com a presença da bancada federal e mais o ministro da Previdência Social, Garibaldi Filho, as secretárias de Educação, Betânia Ramalho e Adriana Valéria (adjunta), argumentaram que é preciso honrar o piso nacional e, como a governadora, ressaltaram a importância da inclusão do Rio Grande do Norte na lista dos Estados brasileiros que recebem a complementação. “Sem as condições para o piso salarial não há como negociarmos”, observou Betânia, lembrando a greve deflagrada pelos professores do Estado. O RN aplica 80% do Fundeb no pagamento de pessoal, 20% custeio, ficando o restante – que é muito pouco- para investimento.

O ministro Haddad ficou surpreso ao saber que o Rio Grande do Norte não paga o piso nacional do Magistério.

Fonte: Tribuna do Norte
Compartilhar no Google +

About NCF

Autor

0 comentários:

Postar um comentário

Publicidade