Governo dá negativa a deputados e afirma que reajuste de servidores só começará em setembro

Foi frustrada a tentativa dos deputados estaduais de tentarem intermediar a negociação dos servidores grevistas e o Governo do Estado. Em reunião na Assembleia, o secretário chefe do Gabinete Civil, Paulo de Tarso Fernandes, afirmou que qualquer reajuste só poderá ser implantado a partir de setembro.

O secretário Paulo de Tarso, que estava acompanhado pelo secretário de Administração e dos Recursos Humanos Anselmo Carvalho, disse que o governo “encontra-se impossibilitado de atender, da forma como proposto em documento entregue pelos sindicatos dos Professores, dos Policiais Civis, dos Técnicos em Tributação e dos docentes da UERN”. De acordo com ele, a implantação dos planos de cargos e salários só poderá ser feita em setembro, quando o Estado estiver em condições financeiras.

O presidente da Assembleia Ricardo Motta analisou “que não era a resposta que nós queríamos, mas infelizmente é a realidade dos fatos, conforme o relato do secretário”.
Compartilhar no Google +

About NCF

Autor

0 comentários:

Postar um comentário

Publicidade