Pesquisa: Carlos Eduardo, com 42,8%,venceria no 1º turno

O ex-prefeito de Natal Carlos Eduardo Alves (PDT) inicia 2012 com vantagem na corrida pela sucessão da prefeita Micarla de Sousa (PV). Na primeira pesquisa eleitoral estimulada do ano, realizada pelo Instituto Consult e registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o pedetista aparece em primeiro lugar, com 42,8% das intenções de voto. Em segundo, vem a ex-governadora Wilma de Faria, com 19,1%. Os demais pré-candidatos tiveram percentual menor do que a opção "nenhum", respondida por 12% dos entrevistados, e "não sei", escolhida por 9,1%. A pesquisa ouviu mil eleitores natalenses, em 46 localidades da cidade, durante os dias 4 e 7 de janeiro.

Entre os que lutam para viabilizar suas candidaturas, o deputado federal Rogério Marinho (PSDB) apareceu em terceiro lugar, com 5,5% das intenções de voto. Ele foi seguido pelo deputado estadual Hermano Morais (PMDB), citado por 3,3% dos entrevistados. Nas últimas posições, aparecem o deputado Fernando Mineiro, com 2,6%; odeputado federal Felipe Maia (DEM), com 2,2%; a prefeita Micarla de Sousa (PV), com 2,1%; e o deputado federal Fábio Faria (PSD), com 1,6%. A margem de erro da pesquisa é de 3%. O nível de confiabilidade é de 95%. A amostra é a primeira de uma série de seis sondagens contratada pelo Sindicato da Indústria da Construção Civil (Sinduscon/RN).

A pesquisa estimulada mostrou uma tendência do eleitorado natalense a optar por candidaturas de oposição ao governo Rosalba Ciarlini (DEM). Os pré-candidatos oposicionistas - Carlos Eduardo, Wilma de Faria e Fernando Mineiro - somam 64,3% das intenções de votos, enquanto os governistas - Rogério Marinho, Hermano Morais e Micarla de Sousa - têm juntos apenas 10,9%. Outro dado relevante é a diferença de Carlos Eduardo para os demais pré-candidatos. Ele soma sozinho um percentual maior do que a soma de todos os outros.

Na pesquisa espontânea, quando não são dadas opções aos entrevistados, o índice de indecisão dos natalenses se sobressai: 64,9% dos entrevistados responderam que não sabem em quem vão votar nas eleições deste ano. Carlos Eduardo foi citado por 16,6%. Wilma, por 4,6%. os demais pré-candidatos não somaram sequer 1%.


Micarla lidera rejeição com 63,5%

A prefeita Micarla de Sousa (PV) foi a mais citada pelos natalenses quando questionados em quem não votariam de jeito nenhum para a Prefeitura de Natal. Ela foi escolhida por 63,5% dos entrevistados. Em segundo lugar, ficou Wilma de Faria, com 4,9%. Em terceiro, Fábio Faria, com 3,6%. O quarto foi Carlos Eduardo, citado por 3,3% dos entrevistados. Mineiro ficou com 1,8%, Hermano Morais, 1,4%, Rogério Marinho, 1,3% e Felipe Maia, 0,9%.
Quando o assunto é a gestão, a prefeita Micarla de Sousa amarga um índice ainda pior. A pesquisa registrou 90,2% de desaprovação popular à administração verde. Apenas 5,6% disseram aprovar a prefeita. A maior reprovação da chefe do Executivo está justamente na região que foi seu reduto eleitoral nas eleições de 2008: a Zona Oeste. Dos eleitores ouvidos naquela localidade, 94,8% disseram desaprovar o mandato da gestora. Na Zona Norte, a desaprovação foi de 87,7%. Na Zona Sul, 88,2%. Na Zona Leste, 90,6%.

Rosalba é desaprovada por 59,6%

A pesquisa Consut/Sinduscon-RN mostrou também a avaliação do natalense referente ao primeiro ano de mandato da governadora Rosalba Ciarlini (DEM). Os números refletiram o desgaste que a gestora teve em 2011. A gestão democrata foi desaprovada por 59,6% dos eleitores ouvidos. Apenas 25,1% disseram aprovar esse início de administração de Rosalba. 15,5% não souberam responder. Já a presidente Dilma Rousseff (PT), foi bem avaliada pelo eleitorado da capital. A petista apresentou 63,5% de aprovação popular. Apenas 22,8% disseram desaprovar a presidente. 12,7% disseram não ter ainda uma opinião formada sobre o assunto. Os números de aprovação e desaprovação das gestões do DEM e do PT refletiram também nos percentuais dos pré-candidatos a prefeito alinhada a cada sistema.

Fábio Faria pede para ter nome retirado da pesquisa

A pedido do deputado federal Fábio Faria, que não pretende ser candidato a prefeito de Natal, o nome dele será retirado da lista estimulada das próximas sondagens que serão realizadas pelo Instituto Consut, encomendadas pelo Sinduscon-RN. O presidente do Sindicato, Arnaldo Gaspar Júnior, disse que o nome dele só será reintegrado se houver uma solicitação do próprio neste sentido.

Em contrapartida, o presidente estadual do PP, Sérgio Andrade, solicitou ao sindicato e ao instituto que o nome do vereador Albert Dickson (PP) seja incluído nas próximas pesquisas. Andrade lançou a pré-candidatura de Dickson no dia 30 de dezembro do ano passado. O PP, segundo ele, vai começar a trabalhar o nome do vereador nas ruas. No entanto, não é unanimidade. O presidente do partido em Natal, o vice-prefeito Paulinho Freire, declarou que o assunto não foi debatido no âmbito municipal da legenda.

Estimulada

Pesquisa Consult/Sinduscon-RN estimulada para Prefeitura de Natal

42,8%

Carlos Eduardo

19,1%

Wilma de Faria

5,2%

Rogério Marinho

3,3%

Hermano Morais

2,6%

Fernando Mineiro

2,2%

Felipe Maia

2,1%

Micarla

1,6%

Fábio Faria

12%

Nenhum

9,1%

Não sabe

Pesquisa registrada em 3 de janeiro de 2012 protocolo 001-2012. Foram feitas mil entrevistas e a margem de erro é de 3%.

Rejeição

Pesquisa Consult/Sinduscon-RN estimulada rejeição

63,5%

Micarla de Sousa

4,9%

Wilma de Faria:

3,6%

Fábio Faria

3,3%

Carlos Eduardo

1,8%

Fernando Mineiro

1,4%

Hermano Morais

1,3%

Rogério Marinho

0,9%
Felipe Maia

10,5%

Todos

13,5%

Não sabem
Compartilhar no Google +

About NCF

Autor

0 comentários:

Postar um comentário

Publicidade