Brasil sobe 13 posições no ranking da Fifa e alcança o top 10

A  conquista da Copa das Confederações devolveu à seleção brasileira um lugar entre os dez primeiros colocados no ranking da Fifa. O Brasil saltou 13 posições e saiu do 22º lugar para a nona colocação. A Espanha, vice-campeã, continua na liderança.
No total, a equipe de Luiz Felipe Scolari ganhou 223 pontos e ultrapassou alguns adversários da Copa das Confederações, como o Uruguai (12º) e o México (20º). A França (23º), derrotada por 3 a 0 no último amistoso antes da competição, também foi superada pelo Brasil, que acumula seis vitórias consecutivas, com 17 gols marcados e três sofridos.
Desde que Felipão retornou à seleção, o time disputou 12 partidas. No total, foram sete vitórias, quatro empates e uma derrota. O último revés ocorreu em fevereiro, diante da Inglaterra (2 a 1), em Wembley.
Agora, a seleção brasileira tem Croácia, Portugal, Itália, Holanda, Argentina, Colômbia, Alemanha e Espanha à sua frente (veja a lista completa). No mês passado, o Brasil havia alcançado a sua pior colocação desde que a lista foi criada, em agosto de 1993.
A seleção, contudo, é prejudicada pela ausência dos jogos das eliminatórias da Copa e jogos oficiais. De acordo com os critérios usados pela Fifa, os amistosos têm peso menor na soma dos pontos. As partidas do torneio classificatório para o Mundial têm peso igual a 2,5. Os amistosos, apenas um ponto. Os jogos da Copa das Confederações e do Mundial 2014, por sua vez, valem 3,0 e 4,0, respectivamente.
O Brasil ficou 23 meses sem disputar uma competição oficial. Em julho de 2011, o time jogou a Copa América e foi eliminado pelo Paraguai, nas quartas de final.
Confira as 15 primeiras posições do ranking da Fifa:
1. Espanha 1532 pontos
2. Alemanha 1273
3. Colômbia 1206
4. Argentina 1204
5. Holanda 1180
6. Itália 1142
7. Portugal 1099
8. Croácia 1098
9. Brasil 1095
10. Bélgica 1079
11. Grécia 1038
12. Uruguai 1016
13. Costa do Marfim 1009
14. Bósnia e Herzegovina 995
15. Inglaterra 994 
Compartilhar no Google +

About NCF

Autor

0 comentários:

Postar um comentário

Publicidade