Eduardo Campos morre em acidente aéreo em Santos

Avião de Eduardo Campos caiu em área residencial de
 Santos, no litoral paulista, hoje de manhã
O candidato à Presidência da República Eduardo Campos (PSB) estava no jato que caiu, na manhã de hoje (13), em Santos. A informação foi confirmada pela coordenação de campanha do candidato. O candidato teve a morte confirmada na manhã de hoje e e a identidade dos demais passageiros do voo foi confirmada à tarde. Ao todo, sete pessoas estavam na aeronave.
Esperado no Guarujá (SP) na manhã de hoje (13), o avião onde estava o pernambucano não chegou à cidade para cumprir os compromissos e gerou a suspeita de que o jato onde seguia o candidato teria caído.

No fim da manhã, a agência de notícias Reuters e o deputado federal Walter Feldman afirmaram que o avião que caiu em Santos na era o do candidato à Presidência. A coordenação de campanha do candidato não conseguiam o contato pela manhã, momentos antes da confirmação da morte.
O candidato Eduardo Campos estava no Rio de Janeiro, onde concedeu entrevista na noite de ontem. Pela manhã, Campos era aguardado no Guarujá, no litoral paulista, mas o jato era um Cessna 560XL, prefixo PR-AFA, utilizado pelo candidato caiu em Santos quando teve problemas no espaço aéreo do litoral paulista, após não conseguir pousar no Guarujá. Quando arremeteu, não conseguiu retomar o controle e caiu em Santos. A Aeronáutica, no entanto, segue investigando o acidente.

Além de Eduardo Campos, estavam a bordo quatro auxiliares de campanha e dois pilotos. A candidata a vice-presidente, Marina Silva, não estava no voo.

Fonte: Tribuna do Norte
Compartilhar no Google +

About NCF

Autor

0 comentários:

Postar um comentário

Publicidade