Rosalba promete entregar governo com folha em dia

O governador eleito Robinson Faria (PSD) inicia o processo de transição recebendo a promessa de herdar o Executivo sem atraso na  folha de pagamento. Na primeira reunião com a governadora Rosalba Ciarlini e secretariado, uma das principais preocupações foi amenizada pela governadora ao reafirmar que entregará o governo com o funcionalismo em dia e  os restos a pagar  inferior a dívida encontrada quando assumiu o Executivo estadual – cerca de R$ 1 bilhão. 
“É uma prioridade do governo deixar o funcionalismo em dia para que o governador eleito possa dar continuidade ao pagamento dos servidores”, assegurou Rosalba. O governo requereu, na Justiça, a liberação de recursos  do Fundo Previdenciário (Ipern) para pagar a folha do Estado, que foi negado por decisão do TJRN, na tarde de ontem.  Mas o Tribunal autorizou o uso de R$ 20 milhões do Fundo de Desenvolvimento do Servidor para folha de pagamento (veja mais na página 4).

Por ora, Robinson Faria preferiu não comentar sobre a situação financeira do Governo e disse que irá esperar os dados sobre número de pessoal, impacto da folha e dívidas para poder se posicionar.  “É bastante incipiente falar de forma subjetiva, após ter acesso aos relatórios finais terei uma visão da situação”, disse.
A crise financeira instalada nas contas públicas  levou o Governo  a uma série de medidas de contingenciamento e tem atrasado o pagamento de salários, que vem ocorrendo de forma fracionada desde o ano passado. 

Robinson disse que conta com a “boa vontade e um sentimento de cooperação por parte do governo” para dar andamento aos trabalhos que serão realizados nos próximos dois meses antes da posse.  “O que está em jogo não é mais eleição e sim o futuro do Rio Grande do Norte. É um momento de pactuação para termos os melhores resultados”, disse, rebatendo que ainda exista um clima de hostilidade desde o rompimento político com a governadora.

Entretanto, descartou a possibilidade de Rosalba Ciarlini ter espaço na sua gestão. “Não há nenhuma discussão nesse sentido. Por ora, só trato de questões administrativas”, disse.

Sobre a possibilidade dos auxiliares do prefeito Carlos Eduardo Alves, o secretário de Saúde, Cipriano Maia, e a secretária de Planejamento de Natal, Virgínia Ferreira, fazerem parte da equipe de governo, Robinson Faria foi categórico ao afirmar que nenhum convite foi formalizado.
Durante a reunião, o governador eleito  a lista com os doze nomes que compõem a equipe de transição, que como já era veiculado, será comandada pelo vice-governador Fábio Dantas (PCdoB). Questionados se os integrantes passarão a integrar o primeiro escalão do governo, Robinson se esquivou: “Poderão compor o quadro do governo, até por tratar de competência técnica, mas não há nada definido”, disse.

O governador eleito antecipou que a entrega dos relatórios com os dados de cada secretaria deverá ocorrer dentro de um mês. “Fábio Dantas ficará mais ligado a esse momento de transição, com o levantamento da parte administrativa, enquanto eu vou me dedicar ao planejamento, a projetos que poderemos pleitear junto à Brasília”, adiantou o futuro governador. Sem revelar projetos, Robinson afirmou que as primeiras demandas serão apresentadas nesta quarta-feira, 5, em reunião com a presidenta Dilma Rousseff, em Brasília, com os eleitos do PSD.

A equipe de transição 
Os escolhido para preparar a passagem de governo

Fábio Dantas
Vice-governador eleito, Advogado e Deputado Estadual

Julianne Faria
Bacharel em Direito, Analista de Sistema e mulher do governador eleito

Fernando Mineiro
Deputado estadual, Biólogo e Especialista em Educação

Adriano Gadelha
Servidor público federal e Assessor da senadora eleita Fátima Bezerra

Tatiana Mendes Cunha
Advogada e procuradora da Assembleia Legislativa

Mário Sergio de Oliveira Gurgel
Analista de Sistemas, Estatística e ex-subsecretário de Recursos Humanos do RN

Leonardo Yure de Carvalho Silva
Administrador e Gerente da Caixa Econômica Federal no RN

Kalina Leite Gonçalves
Delegada de Polícia Civil e Interventora da Fundac

Frederico Lara Menezes
Contador, ex-contador Geral do Estado, ex-secretário-adjunto da Controladoria e atual secretário geral da Assembleia Legislativa

José Aldemir Freire
Economista e Chefe da Unidade Estadual do IBGE

Maria de Salete Dantas Gurgel
Auditora do SUS no município de Mossoró

Luis Henrique Souza e Silva
Advogado e assessor de Robinson Faria

Fonte: Tribuna do Norte
Compartilhar no Google +

About NCF

Autor

0 comentários:

Postar um comentário

Publicidade