Governo desiste de parcelar o 13º

Para evitar um maior desgaste com a adoção de uma medida impopular, o Palácio do Planalto decidiu pagar integralmente em setembro a antecipação da primeira metade do 13º salário dos aposentados. Antes, a intenção era parcelar o valor em duas vezes – em setembro e outubro – o que provocou reações negativas.

De acordo com a Secretaria de Comunicação da Presidência da República, a presidente Dilma Rousseff decidiu ontem pagar a primeira parcela do benefício de uma vez só a partir do dia 24 de setembro. Os outros 50% serão pagos em novembro. 

Agência do INSS no RN
O pagamento era esperado em agosto, como ocorre há nove anos, mas devido a dificuldade de caixas o governo resolveu postergar. 

Por conta das dificuldades financeiras nas contas públicas e em meio a críticas com o adiamento, o Ministério da Fazenda defendeu, depois, o pagamento da metade do benefício em duas parcelas, a primeira no mês que vem e a segunda, em outubro.

Ao optar por fazer o pagamento da primeira metade de uma vez só, Dilma seguiu a orientação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que recomendou que não se abrisse uma nova crise em tempos de baixa popularidade do governo.


Compartilhar no Google +

About NCF

Autor

0 comentários:

Postar um comentário

Publicidade