SBT é processado em R$ 10 milhões por ‘piadinha’ de Silvio Santos

Foto/Reprodução
O SBT está sendo processado pelo Ministério Público do Trabalho de São Paulo (MPT-SP) por danos morais coletivos, devido à participação constrangedora de Maisa Silva e Dudu Camargo no Programa Silvio Santos em junho deste ano, quando Silvio tentou empurrar o apresentador para a atriz, e a um episódio de abril de 2016 do Programa do Ratinho, em que o apresentador agrediu fisicamente a assistente de palco Milene Pavorô, fechada dentro de uma caixa de papelão que foi tratada aos chutes por Ratinho. 
O MPT-SP pede a condenação da emissora e o pagamento de uma multa de 10 milhões de reais, além da retratação pública dos dois apresentadores, Silvio Santos e Ratinho.
Para o Ministério Público do Trabalho, os dois episódios ferem o direito da personalidade com abuso de poder hierárquico em detrimento do gênero feminino nas relações de trabalho.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Além da multa de 10 milhões de reais, Accioly pede para que a empresa ajuste sua conduta e não mais exponha seus empregados a situações como essas.
Outro pedido é para que a seguinte mensagem seja veiculada no início e no fim dos dois programas: “A emissora respeita os direitos da personalidade, a dignidade, a intimidade, a honra, a vida privada, a imagem e a integridade física e mental dos trabalhadores, bem como repele qualquer violência ou discriminação contra a mulher ou outro fator injusto de discriminação, garantindo-lhes tratamento respeitoso e digno”. Novas multas de 200 000 reais poderão ser aplicadas a cada exigência descumprida.
Fonte: Veja.com
Compartilhar no Google +

About NCF

Autor

0 comentários:

Postar um comentário

Publicidade