Governo deve acatar proposta do TJ para professores, afirma SEEC

Foto/Reprodução
Após 26 dias de greve na educação estadual, o Governo do Rio Grande do Norte decidiu em reunião realizada na noite desta segunda-feira (16) acatar a proposta de conciliação apresentada pelo desembargador do Tribunal de Justiça (TJRN), Glauber Rêgo e algumas das ressalvas feitas pelo sindicato da categoria.

De acordo com a titular da Secretaria de Estado da Educação e da Cultura (SEEC), Cláudia Santa Rosa, a proposta aprovada prevê a implementação do reajuste salarial de 6,81% dos servidores ativos a partir de abril e o parcelamento do reajuste em seis parcelas, de abril até setembro, para os inativos, com o prejuízo do parcelamento reparado a partir do mês de outubro. O pagamento do retroativo de janeiro até março também deverá ser feito em seis vezes.

Estavam presentes na reunião representantes da Procuradoria Geral do Estado, da Secretaria de Administração, de Planejamento e Finanças e da Educação. "Com esse esforço do Estado, esperamos que a greve seja finalizada pela categoria", concluiu Claúdia Santa Rosa.

A categoria tem uma nova assembleia estadual marcada para esta terça-feira (17), às 8h30, na Escola Estadual Winston Churchill, localizada na Cidade Alta.


Compartilhar no Google +

About NCF

Autor

0 comentários:

Postar um comentário

Publicidade